Convulsões febris

convulsões febris

Quais são os principais estímulos das convulsões febris?

As convulsões costumam ocorrer quando a temperatura está aumentando rapidamente, mas o principal estímulo é mesmo a temperatura e não a sua velocidade de subida. As convulsões febris são divididas em duas categorias: simples ou complexas.

Como Prevenir a convulsão febril?

NÃO EXISTE FORMA DE PREVENIR A PRIMEIRA CONVULSÃO FEBRIL. A convulsão surge com a subida brusca da temperatura sem que os pais se apercebam, pois muitas vezes a criança não apresenta qualquer sinal de estar doente.

Qual é o grau de febre associado às convulsões febris?

Como já referido, o grau de febre associado às convulsões febris é variável e depende do limiar de cada criança. Na maioria das vezes, a temperatura precisa estar acima dos 39ºC, mas em cerca de 25% dos casos as convulsões surgem com febre entre 38 e 39ºC.

Quais são as causas da convulsão febril em crianças com mais de 5 anos?

A convulsão febril até pode, eventualmente, surgir em crianças com mais de 5 anos, mas nessa faixa etária o quadro precisa ser mais investigado, pois convulsão febril não é a causa mais provável. A convulsão febril só costuma ocorrer com quadros de febre acima de 38ºC. Cada criança tem um limiar diferente para o desencadeamento da crise.

Qual o tratamento para convulsões febris?

A maioria das convulsões febris apresenta resolução espontânea e rápida e não exige tratamento agudo ou em longo prazo com anticonvulsivante.

Qual é o período de risco para a ocorrência das convulsões febris?

O períodode risco para sua ocorrência é o momento de rápido aumento ou de defervescênciada febre, e muitos autores acreditam que a velocidade de instalação oudefervescência, e não a medida absoluta da temperatura, tenha maior correlaçãocom a ocorrência das convulsões febris, embora outros estudos demonstrem ocontrário.

Quais são os sintomas de convulsão febril?

Os sintomas de convulsão febril podem variar de leve a mais grave agitação ou aperto dos músculos. Agitar ou empurrar os braços e pernas em ambos os lados do corpo As convulsões febris são classificadas como simples ou complexas: Convulsões febris simples.

Qual é o grau de febre associado às convulsões febris?

Como já referido, o grau de febre associado às convulsões febris é variável e depende do limiar de cada criança. Na maioria das vezes, a temperatura precisa estar acima dos 39ºC, mas em cerca de 25% dos casos as convulsões surgem com febre entre 38 e 39ºC.

¿Cómo tratar una convulsión febril? Antitérmicos vía rectal (paracetamol), que se absorben más rápidamente. No dar medicación por boca si el niño está inconsciente. Los pediatras pueden indicar que las familias utilicen en su domicilio las cánulas de diazepam rectal.

¿Cómo saber si un niño tiene más de una convulsión febril?

Quais são as convulsões febris?

Em geral, as convulsões febris ocorrem no início da rápida elevação da temperatura e a maior parte nas 24 h do começo da febre. As convulsões são tipicamente generalizadas, a maioria clônica, mas algumas se manifestam como períodos de posição tônica ou de atonia. Um período pós-ictal de alguns minutos é comum, mas pode durar até algumas horas.

Qual a relação entre febre e convulsão?

As Convulsões febris resultam de um aumento da excitabilidade cerebral induzida pela febre. Não há relação entre intensidade de febre e convulsão. Mesmo febres baixas podem ocasionar crises convulsivas, na criança que já é predisposta.

Quais são os critérios para definir uma convulsão febril?

Ter um episódio de convulsão febril não significa que a criança tenha epilepsia; para o diagnóstico de epilepsia são necessárias duas ou mais convulsões sem febre presente. Os critérios geralmente aceitos para definir uma convulsão febril incluem: Um episódio de crise convulsiva associado a uma temperatura corporal superior a 38°C.

Quais são as causas da convulsão febril em crianças com mais de 5 anos?

A convulsão febril até pode, eventualmente, surgir em crianças com mais de 5 anos, mas nessa faixa etária o quadro precisa ser mais investigado, pois convulsão febril não é a causa mais provável. A convulsão febril só costuma ocorrer com quadros de febre acima de 38ºC. Cada criança tem um limiar diferente para o desencadeamento da crise.

Geralmente, são consequência de um aumento rápido da temperatura corporal (febre), ainda que também possa acontecer devido a processos de febre alta constante. Trata-se de um processo habitual que não deve ser associada a doenças graves. Como reconhecer uma convulsão febril nas crianças e em bebês?

Como evitar que o meu filho tenha uma convulsão febril?

Postagens relacionadas: