Conjuntivite alérgica

conjuntivite alérgica

O que acontece se não tratar a conjuntivite alérgica?

Se a conjuntivite alérgica se tornar crônica e não for tratada, poderá ocorrer opacificação da córnea com perda da acuidade visual, podendo levar ate a cegueira. O paciente com conjuntivite alérgica deve tomar uma serie e providências: NÃO PARE AGORA...

Quais são os tipos de conjuntivite?

Conjuntivite serosa, mucosa, purulenta e pseudomembranosas (de acordo com a secreção que é produzida). Conjuntivite folicular, papilar, flictenular e papilar gigante (segundo as alterações estruturais da própria mucosa, isto é, pela reação tecidular).

É contagiosa a conjuntivite?

Sim, a conjuntivite é contagiosa. Entende-se por contágio ou transmissão da conjuntivite a forma como a doença passa de um olho para o outro, de pessoa para pessoa ou através de objetos contaminados.

Qual a função da conjuntiva?

A conjuntiva é a membrana transparente e fina que reveste a parte da frente do globo ocular (o branco dos olhos) e o interior das pálpebras. A conjuntiva tem como principal função proteger o olho das agressões externas do meio ambiente, provocando para o efeito uma reação defensiva inflamatória.

Quais são os sinais de conjuntivite alérgica?

Vermelhidão, inchaço, coceira e fotofobia podem ser sinais de conjuntivite alérgica. Entenda o que é a doença, causas, tratamentos e diferenças em relação à conjuntivite bacteriana ou viral.

Como curar conjuntivite alérgica?

O melhor é buscar tratamento médico. Você pode até conseguir se curar em casa, mas antibióticos podem reduzir a duração de modo significativo. A conjuntivite alérgica costuma ser acompanhada de outros sintomas de alergia, como nariz entupido ou escorrendo.

Quais as causas da conjuntivite?

É uma conjuntivite alérgica leve, crônica, que está presente de forma persistente e ao longo de todo ano. Essa forma de conjuntivite costuma estar relacionada a alérgenos ambientais comuns, tais como ácaros, poeira, pelo de animal (se o paciente for dono de um) ou mofo.

Qual a diferença entre conjuntivite bacteriana e alérgica?

A maior diferença da conjuntivite bacteriana e viral para a alérgica é que a última não é contagiosa. Além disso, a bacteriana e viral são causadas por micro-organismos externos, o que não ocorre na conjuntivite alérgica.

Como saber que tipo de conjuntivite tenho? A melhor forma de identificar o tipo de conjuntivite, é consultar um oftalmologista, para avaliar os sintomas, sua intensidade e identificar o agente causador.

Quais são os tipos de conjuntivite viral?

Como controlar o contágio e a evolução da conjuntivite?

Cuidados especiais com a higiene ajudam a controlar o contágio e a evolução da conjuntivite. Qualquer que seja o caso, porém, é fundamental lavar os olhos e fazer compressas com água gelada, que deve ser filtrada e fervida, ou com soro fisiológico comprado em farmácias ou distribuído nos postos de saúde.

Quais são as causas da conjuntivite?

A conjuntivite é a doença ocular causada pela inflamação e/ou infecção da conjuntiva, a fina membrana que recobre parte dos nossos olhos. Existem várias causas de conjuntivite, incluindo infecções, alergias, irritações por substâncias e até neoplasias.

Como é transmitida a conjuntivite viral?

A conjuntivite viral é extremamente contagiosa, sendo transmitida através de mãos contaminadas por secreções oculares. A conjuntivite viral é tão contagiosa que se um paciente coçar os olhos e tocar em um objeto, outras pessoas podem se contaminar através deste.

Quanto tempo dura a conjuntivite viral?

O quadro de conjuntivite viral normalmente começa em um dos olhos, transmitindo-se para o outro 24 a 48 horas depois. A conjuntivite viral é auto-limitada, curando-se sozinha após 7 a 10 dias, sem necessidade de tratamento específico.

Postagens relacionadas: