Consignação de 0,5% do irs

consignação de 0,5% do irs

Como escolher a consignação de IRS?

De uma forma muito simples, ao escolher a consignação de IRS, significa que 0.5% do IRS liquidado, ao invés de ir para o bolso do Estado, irá para uma instituição. Ao contrário do que muitos contribuintes acreditam, esta doação não tem qualquer custo. Por isso, não afeta o valor do reembolso nem o valor a pagar, dependendo de cada caso.

Qual o valor da consignação do imposto de renda?

A tua questão é muito pertinente e certamente muitos consumidores já assistiriam a diversos apelos de instituições para que se faça a consignação de 0,5% do IRS. Não é mais que a possibilidade de poderes atribuir a uma entidade 0,5% do IRS liquidado (imposto que cabe ao Estado depois de descontadas as deduções à coleta).

Quais entidades podem beneficiar da consignação de 0,5% do imposto de renda?

A AT disponibiliza, anualmente, uma lista com todas entidades que podem beneficiar da consignação de 0,5% do IRS (ou do IVA). Pode consultar essa lista aqui. Este ano são mais de 4.500 as entidades que integram a lista de candidatos à parte de imposto que os contribuintes lhes podem consignar.

Como fazer a consignação do imposto de renda automático?

No IRS Automático, a consignação efetua-se na área “Pré Liquidação”. Caso opte por comunicar a consignação até 31 de março, deve seguir estes passos: 1) Aceder ao Portal das Finanças com as suas credenciais de acesso (NISS e palavra passe) ou então através da Chave Móvel Digital.

Como antecipar a consignação do IRS?

A qualquer momento, pode aceder a esta área do Portal das Finanças e consultar a entidade à qual pretende consignar o IRS ou IVA ou ambos. É também nesta área que pode pedir o comprovativo da entrega desta comunicação. Sabia que…

Como funciona a consignação de quota do IRS?

Através da consignação do IRS, pode atribuir 0,5% do IRS liquidado (imposto que cabe ao Estado, depois de descontadas as deduções) a uma entidade à sua escolha. Assim, em vez do seu IRS ser entregue na totalidade ao Estado, uma parte é encaminhada pelo próprio Estado para a causa que selecionar.

Como fazer a consignação do imposto de renda?

Basta aceder ao Portal das Finanças e indicar a entidade à qual pretende consignar o IRS ou o IVA. Deve de fazê-lo até ao dia 31 de março, antes do início da entrega da declaração de rendimentos Modelo 3 e do IRS Automático. Assim, quando chegar a época declarativa, apenas tem de confirmar a sua opção.

Qual é o valor a consignar ao imposto de renda?

Basta escolher atribuir 0,5% do seu imposto a uma determinada entidade. A esta possibilidade chama-se consignar o IRS. Esta possibilidade encontra-se consagrada na Lei desde 2001. E não se preocupe porque consignar ou não uma parte do seu imposto não implica receber mais ou menos reembolso do IRS.

As grandes vantagens da consignação de IRS é o facto de estar a ajudar uma causa solidária à sua escolha, sem quaisquer custos para si, isto é, caso tenha lugar a reembolso não recebe menos por doar. Da mesma forma, se tiver que pagar imposto adicional, não paga mais, por isso. Leia ainda: Como devo preparar o próximo IRS? Quem pode beneficiar?

Qual o valor da consignação de IRS?

Como escolher a entidade a consignar o imposto de renda?

entre 1 de abril e 30 de junho, durante o período da entrega da declaração. Até 31 de março, a escolha da entidade pretendida é realizada no Portal das Finanças, em “Comunicar entidade a consignar IRS”.

Quem pode receber 0,5% do seu imposto de renda?

Sabe quem pode receber 0,5% do seu IRS? Lista oficial já está no Portal das Finanças O site das Finanças disponibiliza já a lista completa das entidades que podem beneficiar da consignação de 0,5% do IRS suportado pelos contribuintes em 2018 ou a totalidade do IVA dedutível pela exigência de fatura. Ao todo são 4.034, dos mais variados setores.

Como fazer a consignação do imposto de renda?

Atualmente a consignação do IRS (ou do IVA) pode ser realizada antes da entrega da declaração de IRS (até 31 de março) ou nos meses da entrega (entre 1 de abril e 30 junho). Para o fazer, precisa destes dados: Tipo da entidade beneficiária (instituições religiosas, culturas, ambientais, entre outras);

Quem pode usar o endereço do imposto de renda?

É este o endereço que deverá ser usado pelas pessoas coletivas de utilidade pública que desenvolvam atividades de natureza e interesse cultural, que queiram beneficiar da consignação da quota equivalente a 0,5 % do IRS liquidado aos sujeitos passivos deste imposto, nos termos do artigo 152.º do Código do IRS.

Postagens relacionadas: