Louvre

louvre

Qual é a origem do Museu do Louvre?

Formado a partir das coleções da monarquia francesa e das espoliações realizadas durante o Império Napoleônico, o Museu do Louvre abriu as suas portas em 1793 mostrando um novo modelo de museu, que passava das mãos das classes dirigentes ao desfrute do público geral.

O que é o Palácio do Louvre?

Transformado um museu em 1793, o palácio do Louvre é, desde então, dedicado à conservação e apresentação de milhares de obras de arte, testemunhas de civilizações passadas. O mundo inteiro converge as suas portas em busca da memória coletiva.

Quais foram as consequências da Revolução Francesa para o Louvre?

Durante a Revolução Francesa, o Louvre foi transformado em museu público. Em maio de 1791, Assembleia Nacional declarou que o Louvre seria um lugar para reunir monumentos de todas as ciências e artes. Em 10 de agosto de 1792, Luís XVI foi preso e a coleção real no Louvre tornou-se propriedade nacional.

Qual a importância da produção humana nos corredores do Louvre?

Se um ser de outro Planeta desejasse ter acesso a uma amostra significativa da arte e da cultura terrestre, encontraria com certeza uma síntese da produção humana nos corredores do Louvre. Este edifício foi arquitetado entre 1852 e 1857, durante o reinado de Napoleão III. Ele serviu de sede do Ministério da Fazenda, de 1871 a 1989.

Como se deu a transformação do Museu do Louvre?

Enquanto a corte do Rei Sol instalava-se em Versalhes, o Palácio do Louvre foi ocupado por nobres, intelectuais e artistas que tinham ali sua residência. Estes apresentaram ao rei um projeto de museu. Luís XVI gostou desta ideia e começou os trabalhos de adaptação. Foi a Revolução francesa que fez com que a Grande Galeria fosse aberta ao público.

Por que o Palácio do Louvre é considerado um museu?

Antes de se tornar um museu, o Palácio do Louvre era sede do governo monárquico francês desde a época dos Capetos medievais até o reinado de Luís XIV. No Louvre estão coleções que abrangem um período de oito mil anos de cultura e civilização do Oriente e do Ocidente.

Quais são as civilizações produzidas no Museu do Louvre?

O Museu do Louvre recebe peças produzidas pelas civilizações antigas (Oriental, egípcia, grega, etrusca e romana), Ocidente, o Islã e muçulmanos árabes que correspondem a um período de quase 5.000 anos.

Qual é a escultura mais famosa do Louvre?

O pintor, escultor e arquiteto italiano Michelangelo possui duas esculturas no museu do Louvre que são denominadas Les Esclaves ou Os Escravos. A primeira é o Le Captif (O Cativo) que se trata de uma obra inacabada, simbolizando um homem que se debate em uma contorção brutal.

Quais foram as consequências da Revolução Francesa?

Uma das principais consequências da Revolução Francesa foi que assimilou as ideias do Iluminismo que defendia um povo baseado na liberdade, igualdade e fraternidade. Isso fez com que em 1789 na França o Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, um documento que destacava quais eram os direitos das pessoas em uma sociedade.

Qual foi o primeiro alvo da Revolução Francesa?

A prisão conhecida como Bastilha foi o primeiro alvo e sua queda representou o início da revolução. Esse ato revolucionário simbolizava o fim da monarquia para eles, pois para lá eram levados os prisioneiro que se opunham ao absolutismo.

Qual foi a base ideológica da Revolução Francesa?

1 A Revolução Francesa retirou sua base ideológica dos ideais iluministas. 2 Antes da revolução, a França era uma monarquia absolutista governada por Luís XVI. 3 A França vivia uma intensa crise econômica durante as décadas de 1770 e 1780, e essa, em partes, motivou o início da revolução. More items...

Qual foi o fato inaugural da Revolução Francesa?

A Revolução Francesa foi um evento histórico ocorrido na França entre 1789 e 1799, que levou ao fim do Absolutismo no país, e teve importantes consequências para o mundo ocidental. ... O fato inaugural desse importante evento histórico foi a queda da Bastilha, em 14 de julho de 1789.

Postagens relacionadas: