Greve autocarros

greve autocarros

Por que os motoristas de autocarros estão em greve?

Os motoristas de autocarros estão esta segunda-feira em greve e reivindicam melhores salários. Os condutores profissionais querem 750 euros por mês de salário base. O Sindicato dos Trabalhadores de Transportes Rodoviários e Urbanos do Norte (STRUN) já admitiu que no caso da STCP no Porto a adesão greve ficou aquém daquilo que o sindicato esperava.

Como está a greve dos motoristas dos Transportes Coletivos do Barreiro?

Trabalhadores não excluem endurecer as formas de luta. A greve de 24 horas dos motoristas dos Transportes Coletivos do Barreiro devido à falta de entendimento com a autarquia quanto à organização dos tempos de trabalho, estava às 08:30 desta quinta-feira com uma adesão de 95%, segundo fonte sindical. A adesão à greve está na ordem dos 95%.

Qual foi o quarto dia de greve de trabalhadores das rodoviárias privadas?

Este é o quarto dia de greve de trabalhadores das rodoviárias privadas, que cumpriram paralisações nos dias 20 de setembro, 01 de outubro e 22 de novembro. De acordo com a Federação dos Sindicatos dos Transportes e Comunicações (Fectrans), o último dia de greve teve uma forte adesão no norte e centro do país, entre os 60% e os 100%.

Quais são as alterações no serviço de autocarros?

Já no Porto e em Lisboa o serviço de autocarros também vai sofrer alterações principalmente entre as 10 e as 16 horas. A circulação de comboios deverá começar hoje a sofrer perturbações ao longo de todo o dia devido às greves agendadas para esta semana.

Por que os motoristas da Rodoviária de Lisboa estão em greve esta terça-feira?

Esta é a quinta paralisação nos últimos quatro meses. Os motoristas da Rodoviária de Lisboa (RL) estão em greve esta terça-feira. Entre as exigências está um aumento do salário base para os 750 euros. A paralisação começou pelas 03:00 e da rodoviária de Caneças, em Loures, foram poucos os autocarros que saíram para fazer os percursos.

Quanto tempo dura a greve de ônibus?

Faixas exclusivas e corredores de ônibus também estão liberados para circulação de carros de passeio enquanto durar a greve. A paralisação tem previsão para durar até 24 horas e já afetava, pela manhã, 675 linhas diurnas e mais de 6 mil ônibus, segundo a SPTrans.

Por que os caminhoneiros encerrem a greve?

A redução de 10% do preço do diesel durante 15 dias anunciada pela Petrobras, e a extinção das alíquotas do PIS/Cofins nos combustíveis não serão suficientes para que os caminhoneiros encerrem a greve que paralisa a produção industrial e o abastecimento de inúmeros produtos e insumos em todo o país há cinco dias.

O que aconteceu com os motoristas da Rodoviária de Lisboa?

Os motoristas da Rodoviária de Lisboa (RL) estão em greve esta terça-feira. Entre as exigências está um aumento do salário base para os 750 euros. A paralisação começou pelas 03:00 e da rodoviária de Caneças, em Loures, foram poucos os autocarros que saíram para fazer os percursos.

Postagens relacionadas: