Eleições internas psd 2021

eleições internas psd 2021

Quem venceu as eleições internas do PSD?

O PSD vai realizar mais umas eleições internas para a sua liderança, no dia 28 de Maio, já sabemos se foi Luís Montenegro que venceu ou Moreira da Silva. Estas eleições têm sido muito mornas e têm passado despercebidas à opinião pública e ao próprio PSD.

Quando vai ser a eleição do PSD?

O PSD vai ter eleições diretas a 27 de novembro. O congresso decorrerá nos dias 17, 18 e 19 de dezembro. Venceram as propostas de Paulo Rangel com 76 votos a favor, 28 votos contra e 18 abstenções.

Quando será a eleição do próximo líder do PSD?

Rui Rio justifica o conselho nacional em Lisboa com a vitória do PSD n capital LUSA/TIAGO PETINGA Os prazos regimentais do PSD permitem que as eleições directas para escolher o próximo líder se realizem em Dezembro, mas a data ainda não está fechada, de acordo com a direcção.

Quando vai ser o Congresso do PSD?

O PSD vai ter eleições diretas a 27 de novembro. O congresso decorrerá nos dias 17, 18 e 19 de dezembro. Venceram as propostas de Paulo Rangel com 76 votos a favor, 28 votos contra e 18 abstenções. Outra vitória do eurodeputado e candidato à liderança no Conselho Nacional social-democrata foi a das quotas.

Quem venceu as eleições internas para a presidência nacional do PSD?

Rui Rio venceu hoje as eleições internas para a presidência nacional do PSD e a candidatura de Paulo Rangel reconheceu a derrota. O líder reeleito do PSD Rui Rio disse hoje encarar a vitória com satisfação, com orgulho, mas acima de tudo com responsabilidade e reiterou que funciona melhor picado e que está picado para ganhar as legislativas.

Quem foi o favorito para vencer as eleições diretas do PSD?

Apesar de Paulo Rangel ter chegado a ser considerado favorito para vencer as eleições diretas do Partido Social Democrata, o vencedor foi mesmo Rui Rio, assim reeleito como presidente do partido. Rui Rio vai manter-se à frente do Partido Social Democrata (PSD).

Quem é o presidente do PSD?

O 39.º Congresso do partido vai realizar-se entre 17 e 19 de dezembro, na Feira Internacional de Lisboa. Com este resultado, Rui Rio, que lidera o PSD desde janeiro de 2018, manter-se-á como o 18.º presidente do partido.

Por que o PSD não nasceu para ser um partido do bloco central?

“O PSD não nasceu para ser um partido do bloco central. Nasceu para ser alternativa ao Partido Socialista”, afirmou. O antigo ministro e ex-secretário geral do PSD diz estar convencido que, “passados estes quatro anos, nasceu uma nova alternativa em Portugal”.

Quem é o líder do PSD?

Marcelo Rebelo de Sousa é eleito líder do partido, a moção de estratégia vencedora aposta na clareza dos princípios, na unidade da ação e na renovação da confiança. O PSD assume como desafios imediatos rever a Constituição.

Quem são os candidatos a presidência do PSD?

O presidente do PSD, Rui Rio, o antigo líder parlamentar Luís Montenegro e o atual vice-presidente da Câ mara de Cascais Miguel Pinto Luz são os três candidatos que disputam no sábado a presidência do partido em eleições diretas.

Quem é o ex-secretário geral do PSD?

17h45 - “O PSD não nasceu para ser um partido do bloco central”. Miguel Relvas expressa apoio a Rangel Cerca de metade dos militantes já votaram na concelhia de Lisboa, entre elas caras conhecidas do PSD, nomeadamente o antigo ministro e ex-secretário geral do PSD, Miguel Relvas, que expressou apoio a Paulo Rangel.

Por que o PSD não nasceu para ser um partido do bloco central?

“O PSD não nasceu para ser um partido do bloco central. Nasceu para ser alternativa ao Partido Socialista”, afirmou. O antigo ministro e ex-secretário geral do PSD diz estar convencido que, “passados estes quatro anos, nasceu uma nova alternativa em Portugal”.

Postagens relacionadas: