Vodafone ataque

vodafone ataque

Quais foram as consequências do ataque à Vodafone?

Uma das consequências deste ataque à Vodafone foi a afetação das transferências financeiras, nomeadamente na rede Multibanco. A rede Multibanco tinha meios alternativos e começou a recuperar, não com a qualidade de serviço global que tinha antes, mas começou a recuperar poucas horas depois.

Quais são os serviços afetados pelo ataque cibernético da Vodafone?

Bancos, INEM, corporações de bombeiros, unidades de saúde como o Centro Hospitalar Universitário do Porto, mas também alguns multibancos do país, e ainda o Instituto Português do Mar e da Atmosfera foram alguns dos serviços afetados na sequência do ataque cibernético de que foi alvo a Vodafone Portugal na noite de segunda-feira, 7 de fevereiro.

O que aconteceu com o serviço de telecomunicações da Vodafone?

A explicação foi dada pelo CEO da Vodafone Portugal, em conferência de imprensa, que classificou o ciberataque com um ato terrorista e criminoso. Na noite de segunda-feira, os clientes ficaram sem serviços, que estão a ser repostos aos poucos, dada a gravidade do ataque.

O que aconteceu com a Vodafone depois de ter sido alvo de um ciberataque?

Depois de ter sido alvo de um ciberataque durante a noite desta segunda-feira, a Vodafone tenta recompor-se. O ato terrorista de que foram alvo está a ser investigado pelas autoridades, e noutros países também houve serviços comprometidos. Para já, a prioridade da operadora é o restabelecimento de serviços. Já tem conta?

Quais as consequências do ciberataque da Vodafone Portugal?

A Vodafone Portugal foi alvo de um cibertaque, com as primeiras consequências deste ataque a serem sentidas desde as 21 horas desta segunda-feira. Detetámos que a mesma [indisponibilidade] tinha origem num ato terrorista e criminoso na nossa rede, indica Mário Vaz.

O que aconteceu com o serviço de telecomunicações da Vodafone?

A explicação foi dada pelo CEO da Vodafone Portugal, em conferência de imprensa, que classificou o ciberataque com um ato terrorista e criminoso. Na noite de segunda-feira, os clientes ficaram sem serviços, que estão a ser repostos aos poucos, dada a gravidade do ataque.

Por que a Vodafone foi alvo de um ciberataque?

A Vodafone foi alvo de um ciberataque “deliberado e malicioso” na noite desta segunda-feira, informou a empresa em comunicado. Este ataque estará assim na origem dos problemas técnicos registados nas comunicações desta rede . Há clientes que ficaram sem acesso aos serviços de telefone e rede de Internet.

Quais são os serviços afetados pelo ataque cibernético da Vodafone?

Bancos, INEM, corporações de bombeiros, unidades de saúde como o Centro Hospitalar Universitário do Porto, mas também alguns multibancos do país, e ainda o Instituto Português do Mar e da Atmosfera foram alguns dos serviços afetados na sequência do ataque cibernético de que foi alvo a Vodafone Portugal na noite de segunda-feira, 7 de fevereiro.

O que está acontecendo com os serviços da Vodafone em Portugal?

Os serviços da operadora de telecomunicações Vodafone encontram-se, neste momento, com vários problemas técnicos em Portugal, que está a afetar “uma percentagem significativa de clientes” — que reportaram falhas no serviço de internet, telefone e televisão.

Quais são os serviços afetados pelo ataque da Vodafone?

A Vodafone já indicou que as chamadas, SMS, rede móvel e televisão foram afetadas por este ataque, que impossibilitou muitos clientes de utilizarem estes serviços, mas não foi apenas os consumidores que foram afetados.

Quais são os problemas da Rede Vodafone?

De acordo com o portal Downdetector, 52% dos utilizadores queixaram-se de falha geral da rede, 25% da falta de sinal e 24% da Internet móvel. Lisboa, Amadora, Porto, Braga, Coimbra, Vila Nova de Gaia, Rio Tinto, Santo Tirso e Maia são as localidades com mais relatos.

Postagens relacionadas: