Dona francesinha porto

dona francesinha porto

Onde comer a Francesinha no Porto?

Outros dois lugares super indicados para comer a Francesinha no Porto são o Café Santiagoe o Lado B, que ficam lado a lado no centro da cidade. Ambos são especialistas no prato. Existe até mesmo um site especializado na Francesinha. Nele você confere diversos restaurantes e cafés que servem o sanduíche na cidade avaliados pelos clientes.

Quem criou a francesinha?

São muitas as histórias sobre sua criação, a principal delas é de que a Francesinha teria surgido pelas mãos do português Daniel David Silva, que na década de 1950 trabalhava no restaurante A Regaleira, no Porto.

Quais são os segredos de uma boa francesinha?

Depois de apreciar a minha francesinha – um estômago cheio é pré requisito de uma escrita inspirada!, falei com o Sr. Fernando, o fantástico cozinheiro, e com a sua esposa, a D. Lurdes, que recebe os clientes com o sorriso mais gentil do Porto. “O segredo de uma boa francesinha é usar ingredientes de qualidade.

Como é o molho da francesinha?

O molho da francesinha é o segredo e muitos restaurantes guardam a receita que desenvolveram no cofre. A base do molho é de tomate, cerveja e outras bebidas alcoólicas, como conhaque, uísque, vinho, etc. O molho também conta com uma boa dose de piri-piri, uma pimenta bem comum em Portugal.

Quais são as melhores casas para comer Francesinhas?

O Barcarola tem mais de quatro décadas, mas só depois de quatro meses a afinar o molho de francesinha é que o negócio começou a crescer. Hoje é considerada, com toda a legitimidade, uma das melhores casas para comer francesinhas. Além da tradicional, tem algumas variações, como a vegetariana.

Quanto custa uma francesinha?

Por 7€ tem direito a uma francesinha acompanhada de batata frita e com um ovo a cavalo. Os ingredientes são frescos e de qualidade e o molho não desilude. Um pormenor importante é que a iguaria só é confecionada ao jantar.

Qual é a origem da francesinha?

Segundo a história da Francesinha, a receita surge com base no francês croque monsieur (tosta francesa) e depois tem sido alterada. O autor? Conta-se que foi criada por um emigrante português, depois de regressar de França.

Quem é o pai da francesinha no Porto?

Pensa-se que o pai da francesinha no Porto foi um português de nome Daniel David Silva. Isto aconteceu na década de 1950, quando trabalhava no restaurante “A Regaleira”. Tendo Daniel sido emigrante em França, usou como inspiração uma das sanduíches mais típicas de França, o “Croque-Monsieur”.

Postagens relacionadas: